3 Passos para Ser Digital

1. Quando será a grande mudança? O processo de digitalização do sinal das emissoras e sua transmissão nacional começou em 2015 e, agora, há a previsão de que até o final de 2018 apenas o sinal digital estará chegando nas casas dos brasileiros. As emissoras nacionais como é o caso da Rede Globo e SBT já se adaptaram a essa nova fase e suas atrações já contam com imagens em alta definição.

Os estados também já estão se adaptando à essa mudança, como é o caso de São Paulo em que toda a zona metropolitana deixou de receber o sinal analógico em março deste ano. Segundo a expectativa da Anatel, é provável que a maioria das cidades brasileiras já estejam utilizando apenas o sinal digital até o final de 2018, a mudança está programada para o Rio de Janeiro em outubro, já em Belo Horizonte aconteceu em julho e em Brasília já não há a cobertura analógica.

O tempo está acabando: sinal analógico da TV será desligado

Gustavo Santiago dos Reis

A televisão está mais uma vez passando por uma transição que vai mudar o jeito das pessoas assistirem. Até dezembro de 2018 as televisões analógicas de todo o país, que são aquelas que usam antenas externas – que normalmente ficam nos telhados das casas – vão ter o sinal trocado pelo digital.

O sinal digital melhora a imagem e o som dos canais da TV aberta – aquela que não é paga – e, ainda, tem chances menores de mudanças na imagem e ruídos no som.

Quando o sinal analógico for desligado a faixa de sinal dele vai ser usada pelas operadoras de telefonia móvel para a internet 4G, que é uma das tecnologias mais avançadas, com uma das velocidades mais rápidas de internet para telefones celulares, smartphones, laptops e tablets. Além disso, o sinal 4G vai ser muito melhor dentro de ambientes fechados do que o sinal usado hoje em dia pelas operadoras.

O que fazer se sua TV não tem tecnologia digital?

Venha ser digital. Aqui tudo é mais rápido e eficiente, no mundo digital você é essencial. Em pouco tempo o analógico vai morrer e você não pode correr o risco de ficar desatualizado e ser enterrado junto. Se você não se “digitalizar” vai acabar ficando para trás.

Com o sinal digital você tem a melhor qualidade de som e imagem aí, na tela de sua TV, sempre as melhores imagens para você não perder nenhum pixel. Os melhores momentos de sua vida são reunidos com seus amigos e familiares na frente da televisão, então é melhor que esses momentos sejam bem aproveitados com uma imagem em HD .

O que você está esperando? Muitas pessoas acham que o sinal digital vai demorar para chegar em todo o Brasil,  mas as mais recentes pesquisas revelam que quase todas as capitais do país já possuem o sinal digital e em algumas o sinal analógico nem existe mais.

Por que trocar o sinal analógico pelo digital?

Rogério Pires Caetano

O sinal analógico é utilizado no Brasil há mais de 90 anos, e, em termos técnicos, pode ser representado por uma curva. Tal representação mostra uma maior faixa de frequência, ou seja, é possível obter diferentes níveis de sinais, causando oscilações. Já o sinal digital tem como principal característica a diminuição desta mesma faixa de frequência, e por isso é mais difícil ter alterações no sinal.

Com a finalidade de proporcionar um sinal contínuo e de melhor qualidade, as antenas digitais são peças que existem desde 1997 no país, e têm como principal objetivo captar uma melhor imagem para a sua casa. Esta deve ser utilizada juntamente com um receptor, a TV digital, garantindo o recebimento do sinal digital, e, como consequência, a obtenção de uma melhor qualidade de imagens e sons, sem chuviscos e chiados, respectivamente. Para mais, a TV digital aberta oferece imagens em alta definição ou HD.

Mas por que trocar o sinal analógico pelo digital? Muitas propagandas em canais abertos garantem a melhoria do “conjunto televisivo” (som e imagem), mas esse não é o único motivo. O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações definiu, em junho de 2014, que o sinal analógico será desligado em todo o Brasil até 2018, e a TV digital será o único sinal de TV aberta transmitida, se fazendo necessária a troca pelos aparelhos digitais.